Imóvel na planta: É uma boa hora para comprar na pandemia?

Publicado em 29/10/2020 por Marciane - Urbana

É uma pergunta um pouco complexa, já que devemos analisar vários fatores. Mas podemos dizer que vale a pena sim, principalmente com a taxa Selic em baixa, as imobiliárias puderam se tornar atrativas novamente para os investidores.


A pandemia veio e o que se pensava durar três meses, está quase querendo fazer aniversário e com ela algumas mudanças foram sentidas no setor imobiliário. O que endossa ainda mais a boa hora de adquirir um imóvel.


Quais as motivações para adquirir um imóvel na pandemia?

Como tudo a nossa volta mudou e a sociedade como se vê e se porta no trabalho também mudou, com a necessidade do distanciamento social se tornou inevitável administrar novas formas de trabalho e com isso a era digital ganhou mais poder e espaço, principalmente com o uso da internet.


Em cinco passos simples, a forma de comprar um imóvel mudou. O que antes demorava muito devido a burocracia, agora se tornou muito mais simples e nem mesmo a pandemia se mostrou impedimento para uma alta deste mercado.



A retomada da casa própria

As pessoas reacenderam o desejo de ter seu próprio espaço e a pandemia contribuiu para isso. Com desaceleração do fluxo de trabalho, a sociedade começou a realmente notar seu espaço e a viver em sua casa e começou a ansiar pela sua própria.


O combate ao vírus, fomentou ainda mais o apego ao seu próprio lar e a cuidar e protegê-lo.


Compra Digital

Com o isolamento social, praticamente todos os nichos de mercado tiveram que se readequar e isso não exclui o imobiliário. Antigamente era necessário a presença para fechamento de qualquer projeto, agora com uma simples assinatura digital e uma vídeo chamada com o banco é possível realizar até um financiamento, algumas instituições financeiras ainda estão se adaptando a esta nova realidade. Mas não tardará para que todas se adequem aos novos tempos.


E não vamos muito longe, inúmeras imobiliárias já utilizam a visita virtual para que seus possíveis compradores tenham acesso aos imóveis ou mesmo as apresentações dos imóveis na planta. Corretores de imóveis vão até o imóvel e produzem vídeos e fotos para apresentar ao possível comprador a ideia mais real possível.


Menor burocracia

Como disse no texto acima, a pandemia acabou acelerando os processos de um negócio. Hoje os bancos já aceitam assinaturas eletrônicas e reuniões via conferência para acertar os trâmites necessários.


Com todas essas informações, comprar um imóvel na planta acabou se tornando extremamente vantajoso. A taxa Selic com um dos menores índices da história e a busca por imóveis maiores e longes de grandes centros acabam incitando mais ainda a procura.


As pessoas estão notando que a pandemia pode demorar a realmente passar e mesmo que passe, ainda haverá sequelas e por isso é importante pensar no futuro. A compra de um imóvel é um investimento num patrimônio a longo prazo.


Que pode virar uma renda ou mesmo o seu lar por longos anos, com a facilidade de compra o sonho se torna cada vez mais real.


Imóveis na planta permitem que as casas se tornem mais amplas e com mais cômodos, a pandemia acabou reforçando a ideia do home office e que ele veio para ficar. O que também permite a ideia de áreas externas para lazer como sacadas, jardins etc. É como se em uma única casa você pudesse vagar em vários mundos diferentes, indo apenas de cômodo em cômodo.


O mercado das construção havia sofrido uma refração devido a incerteza de liquidez e muitos empreendimentos foram adiados para lançamento, com as novas facilidades bancárias e com a nova onda de compras de imóveis isso vem mudando.


Dicas para compra do seu imóvel

Não podemos deixar de mencionar também os descontos, as pessoas que não precisam depender de empréstimos ou financiamentos para compras de imóveis na planta poderão dar um lance para as construtores e assim conquistar ótimos descontos.


Isso porque os valores tendem a diminuir e as construtores estão de olho naqueles que conseguiram aquecer o mercado e manter o sonho da casa própria de pé, portanto com valores altos em mãos é muito possível conseguir bons descontos e claro uma parcela disso é da pandemia.


Para aqueles que irão precisar de financiamento, uma dica importante é fazer o dever de casa e ter ciência das parcelas de pelo menos 30 anos que irão arcar e claro procurar não comprometer mais de 20% de sua renda atual com isso.


Assim é possível manter uma boa saúde financeira e ainda conseguir comprar seu imóvel na planta.