Como decorar um quarto infantil?

Publicado em 08/10/2020 por Marciane - Urbana

Na hora de reformar seu imóvel, sem dúvidas o quarto infantil é o espaço mais divertido para decorar. Afinal, para auxiliar no desenvolvimento da criança é muito importante ter um espaço propício para tal. Isso porque, ele pode auxiliar na criatividade, aprendizado e imaginação, além de criar noção de espaço, organização, momentos adequados para cada tipo de tarefa, entre outros. Portanto, o quarto da criança precisa refletir sua personalidade, gostos e também ser adequado aos seus hábitos, sendo muito importante que ele participe do processo quando possível. É claro que tudo tem limite (e ele será imposto por você), mas ao incluir a criança no projeto, ele será capaz de aprender muito e ainda ter um quarto totalmente personalizado.  


No entanto, sabemos que pode ser difícil organizar todas as ideias que surgem com o tempo e por isso, no post de hoje vamos falar tudo o que você precisa saber para decorar um quarto infantil. Vamos lá?


1. Crie um planejamento

Se estiver escolhendo um imóvel com sua imobiliária, deixe claro todas as suas exigências, gostos e necessidades. Com isso, ela será capaz de encontrar a casa ou apartamento ideal para você e sua família. Criar um planejamento é essencial, principalmente quando falamos de mudanças e reformas. Por isso, faça uma lista com todos os itens necessários, como pintura de paredes, compra de móveis, objetos decorativos, etc. Em seguida, classifique-os em ordem de prioridade para não se esquecer de nada importante.


2. Escolha as cores

Uma boa dica é escolher uma paleta de cores para utilizar como a base da decoração. Cores neutras, como branco, cinza, areia e tons pastéis são mais fáceis de trabalhar. Isso porque, elas refletem melhor a luz do sol e mantêm o ambiente iluminado, transmitindo maior tranquilidade ao pequeno. Sendo assim, utilize-as em móveis, paredes e pisos, mas nos detalhes aposte em cores vibrantes. Elas estimulam a criatividade e imaginação da criança e não deixam o ambiente parecido com um consultório. Por exemplo, você pode colocar prateleiras, tapetes e roupas de cama coloridos, pintar apenas uma parede ou até mesmo incluir um papel de parede.


3. Delimite os espaços do ambiente

É muito importante delimitar os espaços para que a criança comece a entender que nem sempre ela irá brincar. Ou seja, tenha um cantinho para estudos e outro para brincadeiras. Organize o primeiro com livros, cadernos de desenho e outros itens mais utilizados nas tarefas da escola. Inclua uma escrivaninha e cadeira confortável para que ela veja o local como algo prazeroso. Já no cantinho de brincadeiras você pode incluir um tapete colorido ou pintar a parede, como já falamos. Além disso, organize os brinquedos e deixe à disposição caixotes com jogos. Com isso, ela irá desenvolver sua autonomia e entender a importância da organização.


4. Adquira móveis funcionais

Os móveis planejados, como você sabe, são feitos sob medida e por isso, atendem suas exigências de cor, tamanho, estilo, etc. Com isso, você pode criar móveis funcionais para o quarto da criança e que podem ser aproveitados por um bom tempo. Por exemplo, eles podem ser ajustáveis para que acompanhem o crescimento dela. Além disso, se não possuir muito espaço, ainda é possível produzir uma cama alta como beliche e abaixo incluir a escrivaninha para estudos. Demais, né?


5. Analise a iluminação natural e artificial

Não obstrua a iluminação natural com cortinas escuras ou móveis. Organize-os de forma estratégica para que a criança aproveite a luz natural na maior parte do dia. Além de melhorar a qualidade de vida de seu pequeno, ainda é possível economizar energia. Aliás, aposte em lâmpadas quentes, visto que deixam o ambiente mais confortável.


6. Não se esqueça da segurança

Em móveis mais pontiagudos, coloque a proteção de silicone, visto que é discreta e ainda garante a segurança de seu pequeno. Além disso, se morar em apartamento ou em uma casa de dois andares, é essencial incluir as telas nas janelas. Coloque protetores nas portas e se possível um piso antiderrapante, afinal, sabemos como as crianças são criativas.


7. Aposte em prateleiras

Além de auxiliar na organização do quarto, as prateleiras são ótimas para compor sua decoração. Você pode colocar brinquedos, porta-retratos, livros e objetos decorativos para deixar o ambiente ainda mais aconchegante. Inclusive, ainda é possível adotar o estilo montessoriano e instalar na altura do pequeno para que ele mesmo seja capaz de organizar ou pegar o brinquedo que desejar. Assim como os espaços delimitados, as prateleiras podem ajudar na autonomia e senso de organização.


Montessoriano


Com todas essas dicas você irá criar um espaço incrível para o desenvolvimento da criança. Além de criar momentos em família super divertidos, você ainda irá promover um ambiente para que a criança tenha seus próprios momentos, aprendendo e brincando cada vez mais. Não se esqueça de criar seu planejamento para não deixar de lado os itens mais importantes.